quinta-feira, 21 de julho de 2011

Aventuras no mundo da PushButton Engine

Olá a todos!

Faz um tempinho que não escrevo. Diversas coisas aconteceram, uma boas, muitas outras muito ruins, mas este não é o escopo deste blog :)

Estou há algum tempo me aventurando pelo mundo da PushButton Engine, uma engine de jogos em Flash que promete ser bem diferente das convencionais. Ela trabalha com o conceito de componentes, como a Unity, fazendo com que a construção e manutenção do código seja bem mais fácil.

Para quem não conhece o conceito de componentes, eis um vídeo, do próprio Ben Garney, o criador da PushButton (que, detalhe, trabalhou na Garage Games, produtora da Torque Engine), que explica como os componentes funcionam.

Basicamente, você cria uma entidade, que á um elemento que não absolutamente faz nada! Para adicionar alguma funcionalidade, você deve instalar componentes nesta entidade. Por exemplo, se você quiser que esta entidade possua um lugar no espaço, instale um componente espacial. Se quiser que ela seja renderizada na tela, um componente de renderização. Se quiser que ela seja animada, um componente de animação. E assim vai. O interessante aqui é que cada componente possui uma funcionalidade bastante específica, o que faz com que eles se tornem reutilizáveis.

Outra feature interessante da PushButton é o fato de podermos construir os levels por xml. Os componentes são criados em ActionScript e usados em um arquivo xml que poderia ser construído por um editor (uma promessa futura do próprio Ben Garney).

Bem, estou trabalhando com ela neste momento e reunindo prós e contras para colocar aqui no blog. Também estou vendo de fazer um tutorial bem rápido pra ajudar quem está começando.

Então é isso pessoas. Espero que tenham gostado.
Até mais.

Um comentário:

Sabat disse...

Opa kleber, beleza cara?
Sabat do Retroplayers maninho, tudo bem??

Perdi seu email depois de uma formatação de maquina XD
Se vc puder entrer em contato, eu agradeço!

Abração ^^